Compra e Venda

O que é o refinanciamento de imóvel? Saiba o que analisar

o-que-e-o-refinanciamento-de-imovel-saiba-o-que-analisar.jpeg
Escrito por Provenda

Comprar uma casa, adquirir um carro zero ou quitar as dívidas são fatores que estão no planejamento de muitos brasileiros. Contudo, alcançar esse objetivo não é tão simples, principalmente quando nos deparamos com falta de dinheiro. Mas saiba que nem tudo está perdido: com o refinanciamento de imóveis é possível contornar o problema e conquistar o que você sempre almejou.

Embora essa modalidade de investimento seja bastante praticada no mercado, há algumas pessoas que não fazem ideia de como ela funciona ou qual é o melhor momento para colocá-la em prática.

Pensando nisso, criamos um conteúdo exclusivo e com todas as informações importantes sobre o assunto. Acompanhe a leitura, anote as dicas e conquiste os seus sonhos!

Afinal, o que é o refinanciamento de imóvel?

Antes de fechar qualquer tipo de negócio, é importante entender qual o caminho que está sendo tomado. Por isso, começaremos explicando o que é, de fato, o refinanciamento de imóveis.

Basicamente, essa alternativa consiste em uma modalidade de empréstimo, na qual o seu imóvel é dado como garantia até a quitação da dívida. Isso permite que os usuários consigam realizar empréstimos de valores mais elevados e financiá-los por longos períodos.

Normalmente, as instituições financeiras aceitam refinanciar imóveis comerciais ou residenciais, como é o caso dos apartamentos e casas, além de terrenos, urbanos ou rurais. Também é importante que o espaço tenha um bom valor no mercado — de, pelo menos, R$ 30 mil.

Caso a instituição especializada aceite o seu patrimônio como garantia, será possível formalizar o refinanciamento de até 75% do valor da propriedade, mas com uma taxa de juros bem mais atrativa do que as demais. Interessante, não é mesmo?

Como investir nessa modalidade?

A princípio, pode até parecer simples, mas para recorrer ao refinanciamento de imóveis é preciso atentar a alguns detalhes. O primeiro deles, é que não basta ter uma propriedade e querer refinanciá-la.

Normalmente, as instituições financeiras são bastante criteriosas e, para que a sua proposta seja aceita, é necessário apresentar uma série de documentos que são exigidos durante o processo. Ainda, é importantíssimo que o espaço esteja quitado e registrado no seu nome.

Como proprietário e interessado no refinanciamento, você também precisará apresentar uma fonte de renda. Esse cuidado é imposto para garantir que o usuário consiga realizar em dia o pagamento de todas as parcelas.

Quais são os prazos do refinanciamento de imóvel?

A taxa de juros do refinanciamento de imóvel é uma das mais baixas do mercado financeiro. Inclusive, a quantia disponibilizada para empréstimo, por meio dessa modalidade, costuma ser bem mais alta do que os métodos tradicionais de empréstimo pessoal — em alguns casos, o valor mínimo gira em torno de R$ 20 mil!

A maioria das instituições financeiras não disponibiliza quais são os juros cobrados ao longo da modalidade. De qualquer forma, tenha em mente que, além dos juros, será preciso arcar com o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF), Danos Físicos do Imóvel (DFI) e os Seguros de Morte ou Invalidez (MIP).

Além disso, o prazo para que a instituição libere esse valor na sua conta bancária pode chegar a até 2 meses e o limite para quitar o pagamento varia de 3 a 20 anos, dependendo da quantia solicitada.

Qual o melhor momento para apostar na ideia?

Para evitar arrependimentos, a recomendação é que você analise bem a situação antes de investir no refinanciamento de imóvel. Há alguns cenários que são favoráveis à modalidade. São eles:

  • o usuário precisa quitar dívidas e reorganizar a sua vida financeira rapidamente;
  • surge a necessidade de realizar uma obra ou reforma;
  • a pessoa deseja investir em outro imóvel;
  • surge a oportunidade de empreender.

Por último, antes de tomar qualquer atitude, tente pesquisar bastante, comparar as taxas de juros e apostar somente na opção mais vantajosa para o seu bolso!

E então, o que achou das nossas dicas sobre o refinanciamento de imóvel? Acredita que essa alternativa pode ser útil para a sua situação? Comente no post e divida a sua opinião conosco!

Sobre o autor

Provenda

A Provenda Imobiliária é uma empresa com tradição. São mais de 35 anos de mercado sempre buscando inovar para melhor atender ao seu cliente.

Gostou? Deixe seu comentário

Share This