O SEGREDO DAS PESSOAS QUE SAEM DO BRASIL E VOLTAM RICAS

Você conhece alguém que largou tudo aqui no Brasil para ir buscar uma vida nova em outro país? É bem provável que a sua resposta para esta pergunta tenha sido ‘’sim’’.

O Ministério das Relações Exteriores estima que 2,5 milhões de brasileiros estejam vivendo no exterior, e prevê que esse número só tende a aumentar com o passar do tempo.

Sabemos que as razões de quem decide morar em outro país podem ser muitas, mas a mais comum delas gira em torno da busca por maiores oportunidades e por uma melhor qualidade de vida.

E se engana quem acha que as motivações acabam por ai. A maioria dos brasileiros que vivem em outros países almejam aplicar parte dos ganhos conquistados em algum investimento aqui no Brasil.

O investimento mais procurado por emigrantes brasileiros é a aquisição de imóveis, sejam eles para uso próprio ou familiar, para uso comercial ou mesmo para destiná-los à locação como forma de gerar uma renda fixa.

Mas a dúvida é: se o interessado em adquirir um imóvel brasileiro vive em outro país, como é possível que o mesmo efetue esta compra?

Leia até o fim e descubra!

CRÉDITO IMOBILIÁRIO PARA EMIGRANTES

A Caixa Econômica Federal disponibiliza um crédito especial para emigrantes interessados em adquirir um imóvel no Brasil.

O banco oferece uma linha de crédito com até 420 meses para pagar e até 80% do valor do imóvel financiado.

O emigrante poderá optar por adquirir um imóvel novo, usado, na planta, lote, terreno ou até mesmo reformar ou construir com o crédito disponibilizado.

Para estar apto a recorrer a este crédito, é necessário comprovar a capacidade de pagamento através da apresentação de comprovante de renda do exterior, de modo que, possa ser submetido a uma avaliação de risco de credito para obtenção de financiamento imobiliário no Brasil.

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA COMPRAR UM IMÓVEL BRASILEIRO

Ao contrário do que você pode estar achando, não há muitos empecilhos para comprar um imóvel quando o interessado não mora no Brasil.

Os trâmites necessários para oficializar a venda são basicamente os mesmos exigidos para que um brasileiro residente consiga realizar a compra.

Antes de colocar o seu investimento imobiliário em andamento, esteja preparado para todas as etapas de compra e não se esqueça de garantir todos os documentos essenciais traduzidos de forma juramentada, caso não estejam em português, listados abaixo:

  • CPF;
  • CPF do cônjuge (caso seja casado);
  • Certidão de Nascimento;
  • Certidão de Casamento;
  • Comprovante de renda;
  • Comprovante de endereço;
  • Possuir uma conta ativa no Brasil e possua movimentação mensal;
  • Declaração do Imposto de Renda Anual.

Os documentos poderão ser enviados por email de forma digitalizada e apenas os documentos que necessitaram de uma tradução juramentada é que precisarão ser enviados pelo correio.

No momento da assinatura do contrato, o comprador poderá escolher uma pessoa de confiança para fazer a sua representação por meio de uma procuração legal e autenticada no consulado do país residente.

Feito isso, a compra do imóvel estará pronta para ser prosseguida e o procurador poderá dar continuidade às etapas necessárias para enfim assinar o contrato.

Gostou do artigo? Então, deixe seu comentário e nos diga o que gostaria de ver aqui no blog!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *